17 de dezembro de 2013

10 meses



10 meses.

10 meses de encanto profundo por essa gostosura que Deus me deu.
E começaram as emoções, esse fim de semana foi minha estreia em dois momentos marcantes:
A primeira festinha de fim de ano do Nickolas :) x a primeira queda :(

Dia 08 de Dezembro foi a festinha do meu lindo nenéco.
No auditório da escolinha, milhares de papais e mamães sentados a espera de sua cria.
No palco, várias caixas de presente que nós (as mamães) personalizamos, dentro de cada uma delas um bebê.
De repente, começa uma linda música natalina e com ela alguma das crianças resolve iniciar uma sinfonia, uma sinfonia do choro, diga-se de passagem! rs
Como num passe de mágica, como se um maestro estivesse orquestrando aquele musical, vários outros bebês deram um apoio moral para o amiguinho que começou a berrar  e sucessivamente quase todas as crianças começaram a chorar e gritar (detalhe que todos são bebes de menos de 1 ano) era um misto de música natalina com chororô de bebês, e eu quase morrendo de orgulho porque enquanto a criançada gritava em peso e se acabava em lágrimas tentando sair da caixa onde estavam sentadinhos, meu nenéquinho permanecia  lá dentro, sentadinho, batendo palminhas, gritando e  morrendo de rir para publico e (acho que ele estava adorando a música)............
Morri de amor! E logo voltei a vida para continuar vendo meu pequeno.
A tia comentou: "Esse cremosinho (é o apelidinho que elas deram pra ele) é demais, o bebê mais alegre, sempre feliz"
E eu lá com olhos cheios de lágrimas......#mãeboba
E foi tudo maravilhoso...
Fim do dia, estávamos em casa relaxando e o Nick ficou brincando no sofá com o papai, eu fui para outro canto da casa arrumar algumas coisas, de repente escuto O choro.
Ele brincava em pé em cima do sofá, se escorando na parede e do nada se desequilibrou e caiu no próprio sofá batendo o rostinho no apoio do braço,.
Sangue jorrava pelo nariz e ele gritava de tanto chorar, eu quase desmaiei quando vi aquilo, só tive o impulso de tentar pegá-lo do colo do papai e chorar compulsivamente.
Papai não me deixou pegar ele nesse primeiro momento porque eu estava muito nervosa (fiquei brava por isso, mas depois acabei concordando), foram uns 4 minutos pro neném se acalmar e pro sangue sanar e um dia inteiro pra minha cara inchada se recompor.
No dia seguinte tivemos consulta a pediatra e ela falou que não foi nada demais, provavelmente alguma veinha estourou.
Mas o susto foi grande, ver minha miniatura daquele jeito me deixou mal, me fez pensar que foi só a primeira queda, coração de mãe dói. 
No final das contas, todos se salvaram e a conclusão é a seguinte:
Na maternagem, cada dia é um dia, ser mãe te traz novidades e experimentos que assim como no texto que escrevi, hora vão te fazer rir, hora vão te fazer chorar.
O importante é tentar passar por essas experiências com calma (me ajude meu Deus, eu implorooo) e viver cada dia da forma mais especial possível.
E lá se foram 10 meses que me ensinaram mais que 29 anos de vida, sem dúvida!

Filhotinho gostoso, eu espero estar presente em todos os momentos da sua vida em que você precise de mim (e nos que não precise também, rs) sei que logo você irá crescer, mas meu colo sempre será o seu lugar, sempre estarei aqui para te acolher, meu amorzinho, meu cabeludo charmoso e amado da mamãe.




Postar um comentário